Pentecostes: vem Espírito de vida e salva-nos!

Todos nos sentimos perdidos, investigadores, médicos e médicas, epidemioilogistas, biólogos e todos os saberes que instauramos, todos não conhecemos o covid-19 nem sabemos como enfrentá-lo eficazmente com uma vacina. Oxalá não seja o que alguns biólogos, há muito, temem: o NBO (Next Big One) “o próximo grande” vírus que fará desaparecer a espécie humana.

Além do covid-19 e dos vários vírus já conhecidos, estamos enfrentando tempos ecologicamente ameaçadores, como o aquecimento global, a sexta extinção em massa, a erosão da biodiversidade e outras.

Além de usarmos os meios científicos que nos estão deixando desamparados, temos uma referência de uma outra ordem que não é contra a inteligência mas vai além de seu alcance que a inteligência espiritual que capta o Espírito Criador.Ela não está fora de nossa realidade quando entendida holisticamente.

Este Espírito Criador responde pelo surgimento do universo com suas bilhões de galáxias e trilhões de estrelas e planetas, aquele que existia antes do antes e que fez surgir aquele ínfimo ponto, carregado de energia e que, explodindo (big bang), deu origem ao universo. Ele continua presidindo todo o processo da cosmogênico, o nosso planeta e a cada um de nós pois é o Spiritus Creator, o Pneuma, o Sopro de Vida. Nas línguas medio-orientais ele é sempre feminino, ligado à mulher que gera.

Nesses momentos de crise é ocasião de invocá-lo e suplicar-lhe: “Tu que és Fonte de Vida, salve nossas vidas, as vidas dos mais desvlidos, as vidas de toda a humanidade”.

Ele, diz o Gênesis logo no início, pairava sobre o “touwabou” (em hebraico), o caos originário; dele tirou todas as coisas e as colocou em sua devida ordem, no céu e na terra e por fim ,nós seres humanos, homens e mulheres.

Alargando o horizonte, releva reconhecer que sua criação está ameaçada para além dos efeitos letais co covid-19. A ameaça não vem de algum meteoro rasante como há 65 milhões de anos que exterminou os dinossauros depois de viverem por mais de cem milhões de anos por sobre a Terra. O meteoro rasante atual se chama homo sapiens e demens, duplamente demens (inteligente e demente e duplamente demente). Por sua relação agressiva para com a Terra e com todos os seus ecossistemas pode eliminar a vida humana, destruir nossa civilização e afetar gravemente toda a biosfera.

É num contexto assim que refletiremos sucintamente e invocaremos a ação sanadora e recriadora do Espírito Santo. Nossas fontes referenciais são os textos dos dois Testamentos judaico-cristãos e a experiência humana, cujo espírito é animado pelo Espírito Criador, chamado pela liturgia de “luz beatíssima”.

Pensar o Espírito Santo nos obriga a ir além das categorias clássicas com as quais se elaborou o discurso ocidental, tradicional e convencional da teologia. Deus, Cristo, a graça e a Igreja foram pensadas dentro de categorias metafísicas da filosofia grega: de substância, de essência e de natureza. Portanto, por algo estático e sempre já circunscrito de forma imutável. Este paradigma foi feito oficial pela teologia cristã.

Entretanto, pensar o Espírito implica assumir outro paradigma, o do movimento, da ação, do processo, da emergência, da história e do novo e do surpreendente. Este não pode ser apreendido com a terminologia substancialista mas com a do vir-a-ser.

Este paradigma nos aproxima da moderna cosmologia e da física quântica. Estas veem todas as coisas em gênese, emergindo a partir de um fundo de Energia Inominável, Misteriosa e Amorosa que está antes do antes, no tempo e no espaço zero. Ela sustenta o universo e todos os seres nele existentes e penetra de ponta a ponta o cosmos e nos penetra totalmente. Essa Energia de Fundo, chamada também de o Abismo Originador de todo o ser, é a melhor metáfora do Espírito Criador que é tudo isso e ainda mais.

Redizer o terceiro artigo do Credo cristão: ”Creio no Espírito Santo” nestes novos moldes, significa uma diligência nova, cientes de que ficamos sempre aquém daquilo que deveríamos dizer sobre o Espírito Criador.

Finalmente, cabe reconhecer que tocamos no mistério. Este não se opõe ao conhecimento pois o mistério é o ilimitado de todo conhecimento. Este sempre conhece mais e mais, mas em todo o conhecimento permanece o mistério. Este é, por natureza limitado. Este mistério se revela mas também se vela. A missão dos que o acolhem e se entregam à sua reflexão sistemática como os teólogos e as teólogas, também os que se dedicam à filosofia (como F. Hegel, cuja categoria central é o Espírito Absoluto) é buscar incessantemente esta revelação.

É próprio do Espírito esconder-se dentro dos processos evolucionários e da história. É próprio do ser humano descobri-lo. Ele “sopra onde quer e não sabemos nem de onde vem nem para onde vai” (cf. Jo,38). Isso não nos exime da tarefa de des-ocultá-lo.

É o que esperamos ardentemente que este Espírito se manifeste e inspire os espíritos de nossos pesquisadores para que descubram uma vacina que salve nossas vidas. E quando através da pesquisa deles, Ele irrompe surpreendentemente, nos alegramos e celebramos, ebrios de gratidão por sua ação mediada pelo espírito humano.

Neste domingo, dia 31 de maio, celebramos a festa de Pentecostes, uma das maiores das Igrejas cristãs. É uma festa sem fim, pois o Espírito está permanente em ação, se prolonga ao longo e ao largo de toda a história e nos alcança até nos dias em que sofremos, nos angustiamos e tememos a letalidade do coronavírus. O Spiritus Creator nunca abandonou sua criação, mesmo nas 15 grandes dizimações pelas quais ela passou. E não nos vai abandonar agora. Veni Creator Spiritus et salva nos”.

Leonardo Boff é ecoteólogo e escreveu O Espírito Santo: fogo interior, doador de vida e pai dos pobres, Vozes 2013.

 

 

11 comentários sobre “Pentecostes: vem Espírito de vida e salva-nos!

  1. Como é reconfortante quando, alguém que temos como paradigma, diz o que pensamos e sentimos. Muito obrigado, Frei Leonardo por este texto tão inspirador. Que venha o Espírito e nos encontre atentos para escutá-lo e segui-lo.

    Curtir

    • Deus prometeu o Salvador, veio Jesus Cristo. Ele prometeu o Espírito Santo e enviou. Deus é Fiel, compete à humanidade criada e amada por Deus ser fiel aos Seus Mandamentos e Ensinamentos Evangélicos.

      Curtir

  2. Segundo cientistas o Coronovírus foi atacado , perdeu o seu habitat, está tentando sobreviver em novos habitats, devido as queimadas, agrotóxicos, tudo que vai ao encontro dos capetalistas para satisfazer suas ambições materialistas… Pergunto: haverá o fim do mundo? Não receio morrer porque: “Morremos para ressuscitar.”(Fr. L. Boff). “Deus nos criou para Ele e sua eternidade.”(Pe. Vitor Coelho ,Redentorista).”Vou preparar-vos um lugar para que onde Eu estiver, estejais também vós.”(Jesus Salvador).

    Curtido por 1 pessoa

  3. Prezado Leonardo, como vai, tudo bem?

    Sou Pedro Igor Pimentel Azevedo, advogado, membro da Academia Quixeramobinense de Letras – AQUILETRAS, do IPHANAQ e coordenado da Casa de Antônio Conselheiro. Em março, o convidamos a participar conosco
    da 16ª edição do Movimento Cultural Conselheiro Vivo, porém o senhor tinha outro compromisso ja previamente marcado.
    Desta forma, gostaríamos de convidá-lo a conversar conosco, numa live sobre o mundo pós-pandemia, no contexta da resistência dos movimentos de luta por igualdade e democracia. A data e o horário poderiam ser os melhores e mais convenientes para o senhor.
    Caso tenha interesse, podemos ir dialogando por aqui.
    Meu contato é (88) 9.9729-5223.
    Atenciosamente,
    Pedro Igor.

    Curtir

  4. Prezado Leonardo
    Boa tarde.
    Concordo: “Todos nos sentimos perdidos, investigadores, médicos e médicas, epidemioilogistas, biólogos e todos os saberes que instauramos, todos não conhecemos o covid-19 nem sabemos como enfrentá-lo eficazmente com uma vacina.”
    Por enquanto, um dos remédios para a mente e o coração não esmorecerem acho que é escrever.
    Assim, como hoje, 05 de junho de 2020, comemora-se o Dia Mundial do Meio Ambiente, escrevi esse artigo Água e Direitos Humanos, que acabou de ser publicado e tomo a liberdade aqui para deixar seu acesso:
    http://www.ihu.unisinos.br/599682-agua-e-direitos-humanos
    Abraços fraternos,
    Heraldo

    Curtir

  5. Criados pelo Amor, por Amor e para o Amor à Sua Imagem e Semelhança, ante a realidade ficamos quase que incrédulos que assim seja!”Vinde Espírito Santo, enchei os corações dos Vossos fiéis e acendei neles o fogo do Vosso Amor!…e renovareis a face da Terra!”

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s