Frei Betto: Comunidades Eclesiais de Base: CEBs

 Frei Betto junto com outros teólogos especialmente com Dom Luis Fernades, bispo-auxiliar de Vitória já nos anos inícios dos anos 70  do século passado organizaram os Encontros das Comunidades Eclesiais de Base. Eles se firmaram e já agora foi celebrado o 14. encontro com a presença de cerca de 5 mil pessoas. A imprensa não se interessa por eventos desta natureza, mas eles são importantes porque mostram como, ao redor do elemento religioso e ecumênico, gente do povo se organiza, participa ativamene da vida social e também política no seu sentido mais vasto. Publicamos aqui um pequeno relato do que foi o Encontro das CEBs realizado em Londrina e sua importância para a vida da Igreja que se renova indo para as bases e mostrando seu potencial libertador. Lboff

********************

Londrina (PR) abrigou, na semana de 21 a 27 de janeiro, o 14º Intereclesial Nacional das Comunidades Eclesiais de Base (CEBs). Participaram 5 mil pessoas, entre indígenas, ribeirinhos, sem-terras, sem-tetos, pequenos agricultores e trabalhadores informais, irmanados a 63 bispos. Como tema, os desafios do mundo urbano.

Todos acolhidos em casas de famílias de Londrina, o que barateou o custo do evento e favoreceu o entrosamento entre os anfitriões e os delegados ao 14º intereclesial.

As CEBs, surgidas no Brasil na década de 1960, se disseminaram, primeiro, pelo mundo rural e periferias das cidades. Agora o objetivo é incrementá-las também nos centros urbanos, onde já existem de modo precário.

Nas décadas de 1970 e 1980, as CEBs desempenharam importante papel na conjuntura brasileira. Foram sementeiras de lideranças populares que criaram movimentos sociais e revitalizaram o sindicalismo combativo. Favoreceram a capilaridade nacional do PT, embora jamais tivessem caráter partidário e sempre abrigassem militantes de diferentes partidos.

Dotadas de espírito profético, no sentido bíblico de denúncia das injustiças e anúncio de uma nova sociedade, as CEBs sempre se caracterizaram como um novo modo de ser Igreja e um novo modo de a Igreja ser. Elas não são um movimento eclesial. São a própria Igreja na base social.

Sob os pontificados de João Paulo II e Bento XVI, as CEBs careceram de suficiente apoio de pastores católicos, devido ao fruto mais expressivo gerado por elas: a Teologia da Libertação. Agora experimentam novo alento com o papa Francisco, inspirador e animador dessa opção pastoral.

No encontro de Londrina, elas redesenharam seu papel no mundo urbano brasileiro, tão marcado pela desigualdade social e hegemonizado por uma concepção de desenvolvimento que prioriza os interesses do capital, como a circulação de veículos particulares, e não os direitos de cidadania, como educação, saúde, moradia, transporte e emprego.

Assessorei a plenária dos interessados em formação e educação no mundo urbano. Nos grupos e debates se criticou a crescente privatização da educação escolar e o sucateamento da educação pública. O acesso à escola tende a deixar de ser um direito social para se transformar em mercadoria a ser adquirida por quem pode pagar.

Quanto à formação das CEBs, dois pilares devem norteá-la: a espiritualidade bíblica e a atuação política, no sentido amplo do termo. Como discípulos de Jesus que anunciou, dentro do reino de César, a alternativa do Reino de Deus, os militantes das CEBs devem se aprofundar na vida de oração pessoal e litúrgica, e se comprometer com o projeto de uma sociedade mais igualitária, de modo a atuarem em fidelidade aos valores evangélicos de fome de justiça, partilha dos bens, prioridade aos direitos dos marginalizados e excluídos.

Frei Betto é escritor, autor de “Um homem chamado Jesus” (Rocco), entre outros livros.

13 comentários sobre “Frei Betto: Comunidades Eclesiais de Base: CEBs

  1. Lamento vcs não terem divulgado o evento do Encontro das CEBs… moro em Maringá (perto de Londrina) e teria ido.

    Curtir

  2. Olá Boff… concordo que a imprensa não se interessa por isso… porém, vcs Que organizam esses eventos, que tem o nosso interesse, devem divulgar nas redes sociais… Se eu soubesse faria tudo pra participar.

    Curtir

  3. Meus querido esse e’ Leonardo Boff , que escreveu o livro

    teoria da libertacao, nao sei se o frei Betto ,ainda vive !!! O padre Francisco disse

    que eu iria gostar !! Nunca li !! Hoje o papa Francisco , uniu-se a eles, a imensa desigualdade dos

    povos o deixa maluco !!! Sai a noite de batina para nao ser reconhecido, dando alimento a quem

    esta’ nas ruas , ele disse que o dinheiro do vaticano da para salvar o mundo da fome !!!Ele quer acabar com religioes igrejas etc.. Sei muito pouco !!! Ele aderio a nova ordem mundial , ao comunismo a palavra comum e’ o que ele gosta !!! Estou enviando o email, para voces lerem a ultima reuniao foi em Londrina conseguiram acomodacoes para muita gente !!! Esse papa quer que todos seres humanos , tem o mesmo direito, gostei muito do que li !! beijos tia,mama e vovo’!!!

    Quero ler (( Um homem chamado JESUS))) Amo ler os livros Augusto Cury !! Comecei a ler

    sem gostar do titulo !! Cai do cavalo !!! Apaixonei-me (((( O vendedor de sonhos ))) ai li ,

    ((( O Mestre dos Mestres !!Nao lembro -me se li outros !! Sou apaixonada por esse escritor!!! Tomara que nos as setentonas estejamos , Ignez, Gilda, Geny , Neuza. ETC.. ainda estaremos nesse plano para ver essa maravilha, acontecer !!! por favor leiam o email do Leonardo Boff !!! Depois do meu, logico os amo ,Agora estou entendo muito mais (maio de 1983 ) As coisas vao dicando mais claras !! Muito amor, Paz e Luz Divina!! guigui

    ________________________________

    Curtir

  4. Louvo a Deus que enviou nesta terra, Frei Beto, Leonardo Boff e tantos outros como D. Pedro Casaldáliga, o precursor D. Hélder Câmara etc, etc e agora o nosso querido Papa Francisco! Viva a CEBs e vivam todas e todos que a mantém viva!!!

    Curtir

  5. Louvo a Deus que enviou nesta terra Frei Beto, Leonardo Boff e tantos outros como D. Pedro Casaldáliga, o precursor D. Hélder Câmara e tec, etc…e agora nosso querido Papa Francisco!!! E viva a CEBs e todas e todos que a mantem viva, essa Igreja em saída, como quer Jesus Cristo e nos envia o Papa Francisco!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s