A criação do bode expiatório: o anti-petismo

René Girard (1923-2015), pensador e filósofo francês, o maior sábio que conheci na minha vida e esteve com teólogos da libertação no Brasil em 1990, dedicou grande parte de sua vasta obra a estudar a violência, especialmente a necessidade de uma sociedade, de criar um bode expiatório (ver O bode expiatório 1982).

Por esse mecanismo do bode expiatório, a população é levada a descarregar a corrupção que está difusa e concentrada nos grandes corruptos e corruptores nas costas de um só, do PT, com a finalidade de esconder a própria corrupção. Com isso, toda a sociedade passa a esquecer os reais corruptos e a pensar que que ela está somente no PT no qual se despeja toda a raiva e o ódio. É feito bode expiatório já testemunhado na Biblia. Os hebreus punham em cima de um bode todos os pecados e malfeitos do povo e o enviavam para o deserto para lá expiar até morrer de fome. E assim quase todas as sociedades faziam algo semelhante.

Entre nós houve um tempo em que o bode expiatório eram os subversivos, depois os comunistas (continua ainda hoje), em seguida os jovens negros das favelas, supostamente ligados ao crime e às drogas, os gays e os da LBGT. Sobre eles se transfere a violência implícita na sociedade. Neste momento o bode expiatório é o PT e Lula. Neles se põe toda a corrupção, embora quase todos os partidos, alguns mais que o PT, participaram da corrupção.

Com o apoio do aparelho repressivo do Estado, de boa parte do Ministério Público, não excluída parte do próprio STF, da classe media e especialmente da midia privada, fez-se essa seletividade quanto à corrupção. Ao PT se joga toda culpa pelos males atuais do Brasil, quando os principais causadores se escondem criando um bode expiatório.

Mas o que verdadeiramente está por trás do anti-petismo, sob pretexto de combate à corrupção é o ódio ao ex-presidente Lula, um operario que logrou chegar ao centro do poder. A classe dominante e as oligarquias tradicionais, herdeiras da mentalidade da Casa Grande, jamais aceitaram que alguém da Senzala chegasse ao Planalto. Cultivaram e cultivam ódio e desprezo aos pobres, antes jogado sobre os escravos. Como pode um pobre frequentar o mesmo espaço social que eles: na escola. na universidade, nos shoppings, nos aviões?

Estes eram espaços de exclusividade dos endinheirados que viveram sempre de privilégios, sem senso da igualdade de todos, base de qualquer democracia. Acresce ainda aqueles que nunca reconheceram humanidade e dignidade nos pobres e negros e negras sem falar dos indígenas e quilombolas.

Agora esse ódio, latente nas oligarquias e assumido, em parte, pela classe media assustada, contaminou, não sem ajuda das igrejas neo-pentecostais televisivas, parte da população pobre.

Aqui reside a raíz primeira do anti-petismo. Há ódio e raiva recalcados em pessoas que se dizem “de bem” e se confessam cristãs. É um cristianismo meramente cultural, de fachada, mas eticamente anti-cristão.

A mídia empresarial que nunca se deu bem com a democracia e que nutre um soberano desprezo pelo “povão” ou “povinho”, ou “ralé” na expressão técnico-provocativa de Jessé Souza, jogou um papel decisivo na difusão do anti-petismo e do ódio.

Para o anti-petismo valeram todos os meios. Basta ver os blogs. os twitters e os facebooks sem falar do incontrolável meio do WhatsApp que criou redes de difamação e fake news contra o PT e o candidato Haddad.

Agora sabemos que milhões de mensagens falsas, foram financiadas por empresas privadas que, segundo a nova legislação, é crime de caixa dois.

Mas esta é a lógica da política regida pelo conceito do bode expiatório, política de ódio e de agressão do outro. Assim como existe o bulling nas escolas, agora o bulling coletivo é contra PT. Mas há que resistir à essa ignomínia. A sociedade inteira deve fazer uma revisão de seus anti-valores, de sua corrupção cotidina.

O Sindicato dos Procuradores da Fazenda (SINPROFAZ) relata que até o dia 18/9/2018 cerca de 450 bilhões de reais foram sonegados, particularmente pelas grandes empresas. Nos últimos 10 anos elas deixaram de pagar 1,8 trilhões de reais. Essa não é a grande corrupção? Quem vai contra ela? Que faz o Ministério Público e o próprio STF?

Se parte desta dívida fosse cobrada, não se precisaria nenhuma reforma da Previdência É mais fácil e cômodo criar um bode expiatório, o PT, e destarte esconder a corrupção que grassa na sociedade, até no cotidiano do suborno a policiais de trânsito.

Rejeitamos esta lógica do bode expiatório por ser seletiva, injusta, desumana e profundamente anti-ética, como denunciava sempre René Girard.

Leonardo Boff, filosofo, teólogo e co-editor do livro René Girard com teólogos da libertação,Vozes 1991.

14 comentários sobre “A criação do bode expiatório: o anti-petismo

  1. Penso que a justiça de Deus tarda mas não falha. Deus é bom mas é justo! Toldos colherão o que estão plantando!

    Curtir

  2. Leonardo Boff, está circulando no facebook, um post supostamente seu pedindo a interferência do Exercito para acabar a democracia. Deve ser Hacker. Confirme isso por favor.

    Curtir

    • Sandra, imagine isso, eu que semanalmente, há 18 anos, escrevo um artigo em defesa da democracia, contra a ditadura e a violência. O texto não foi bem compreendido. Pedia que ninguém da corporação liquidasse com a democracia…Lboff

      Curtir

  3. A análise histórica é correta, contudo a análise atual é distorcida, baseada em suposições, sem fundamento. A divisão do nós e eles, foi criada por Luiz Inácio, agora não aceita a criatura. A figura do bode expiatório, é por demais ilusionista. Ora, falar que se quer o socialismo puro, aquele imaginado por Jesus, nós dias atuais, é desconhecer a desigualdade entre as pessoas. Todos somos iguais, porém somos desiguais, no modo de pensar, de agir, na formação intelectual, familiar, dentre outros aspectos subjetivos de cada ser humano. Querer igualar Mario Cortela, Karnal, Clóvis de Barros Filho, Fernando Henrique Cardoso, Paul Singer, Florestan Fernandes, só para ficar no campo da análise filosófica e também sociológica, com pessoas que não possuem (pela própria natureza) discernimento e inteligência, é desconhecer o ser humano; todos somos iguais como pessoas, perante Deus, devemos ter as mesmas oportunidades, a mesma escola, mas há desigualdades inerentes ao próprio ser, que jamais se igualarão é próprio do homem. Segundo o professor de direito romano Aluizio Surgik, doutor em direito pela USP, não é possível tratar igual os desiguais.

    Curtir

    • José Marcos, vc não entende o que é democracia e igualdade dos seres humanos, igualdade em dignidade, em direitos, igualdade face à lei (vale para todos) pouco importa o dinheiro que tem no banco ou o nível de inteligência. Leia o artigo do filósofo Manfredo Oliveira, publicado aqui no blog sobre democracia e igualdade. É notório que se criou com o PT e Lula um bode expiatório como se fosse o único partido corrupto.Já pus no artigo e no twiter que só sob Temer foram sonegados 450 bilhões de reais. Que faz o MORO contra isso? Nem se precisaria fazer a reforma da Previdência e criar o teto de gastos. Bastava cobrar na justiça o que as empresas sonegam.Pense um pouco no que diz porque conhece pouco o mecanismo do bode expiatório presente em todas as comunidades e sociedade, sobre isso há vasta literatura trabalhada por mim e está nos meus livros.Lboff

      Curtir

  4. Sou pensionista e pago o imposto de renda obrigatoriamente, quando bancos são dispensados. “Quando Deus decidiu resolver os problemas no mundo não enviou uma arma mas uma Criança!” (Bispo inglês). “A política sem Deus é o pior castigo de uma nação!”(Cardeal filipino).”Política é uma maneira nobre e exigente de servir ao próximo” (São Paulo VI, recém canonizado). “Não ao que é ilícito e injusto!” (Frei Betto). “A esperança, já o disse muitas vezes, tem duas formosas irmãs: a indignação e a coragem”(Santo Agostinho).

    Curtir

  5. Caríssimo Prof. Leonardo, fica difícil entender o que o sr. diz sobre a criação de bodes expiatórios ao longo da história. A meu ver falta a autocrítica do PT neste ponto. Quais seriam os bodes expiatórios dos regimes totalitários de esquerda ? O regime soviético de extrema esquerda ? As ditaduras como a Cubana, por exemplo ? Ou por que o sonhado ” Socialismo Chavista ” e o atual regime venezuelano a seu ver usufruem desta ” virgindade ” tão presente nos discursos da extrema esquerda ^ ? A meu parece um castigo termos que optar entre os dois extremos: Direita x Esquerda ? ” iN MEDIO VIRTUS ” ! O Cristianismo, radicado nas origens do Evangelho de Cristo se apresenta, a meu ver, como única alternativa a uma sociedade justa baseada no amor, sem exclusões. Tivéssemos uma liderança equilibrada que dialogasse com os dois extremos, não estaríamos passando por este vexame. Não sou dono da verdade, mas o povo está cansado das promessas e falácias da Esquerda que esteve no poder mas demagogicamente. Lula teve o apoio do povo brasileiro durante seu primeiro mandato, mas não consolidou esta confiança quando se aliou ao que havia de mais corrupto neste País. Não vamos colocar toda culpa na Rede Globo. Quero ficar livre para não trair minha parca inteligência, sem desrespeitar os que pensam e argumenta diferentemente e sem desrespeitar a sua grande contribuição à história deste nosso País, ora na UTI. Grande abraço.

    Curtir

  6. Bom dia!
    Momento crítico, nada fácil ficar falando de um passado recente, ido.
    Votei no Lula por duas vezes. Homem de visão, carismático. Colocou no primeiro mandato o Brasil quase que no topo entre as nações do dito “primeiro mundo” só economicamente.Porque é um mundo separatista.Não precisamos explicar isso.Infelizmente, a realidade globalizadora só visa o mercado de consumo. Com a chefia do mundo Os Estados Unidos, não tem como negar.Entendo isso,está a minha frente, a nossa frente.E interconectados estamos.
    No Brasil tudo desandou no governo Lula quando não soube escolher seus amigos auxiliares. Não colocamos amigos auxiliares quando não são capacitados técnicos às funções.Não somos tolos.No entanto, o povo o é, foi..E fomos tolos querendo ainda acreditar que a coisa melhoraria…E tudo despencava e eles riam, debochavam, roubavam descaradamente e tentavam fazer o povo calar com alguma medida na calada da noite,
    No outro dia BUM! mais aperto.
    As greves e mais greves, os jovens nas ruas fazendo chamamento e nós nada! Os caminhoneiros aparecem gritando, clamando e nada, já com o substituto no comando.
    Sempre nada ou tudo na miserabilidade desumana.
    Que violência!! Violência por não nos ver, por não compromisso com o país.Batalhas sangrentas nas escolas,nos hospitais, nas ruas, na falta de trabalho e por aí se segue… Temerosos ficamos com o novo. Não tenha dúvidas.
    sem saída,. mas com a possibilidade de mudanças. . .
    .E agora?
    Se somos humanos, iremos nos dar as mãos.Não adianta em falar em Deus ou rezar e humanamente não olharmos o outro ao nosso lado.Individualismo? Não cabe mais. Essa é a hora de nos entendermos em prol do que lutamos, guerreamos tanto aqui nas redes sociais.Meus Deus! Quanto desgaste e quantas revelações! Como somos diante do abismo.Salve-se quem puder e ainda derrubo no precipício.Que violência a nossa?!! E o outro é que é pior? Sempre o outro é pior, nós, não?!!!!!!
    E incitamos, aumentamos com a nossa fala violenta.Diante da dor do outro, acredito não ser por acaso, porque nada é. Bradamos a sua morte. E não somos violentos.
    Quero que tudo funcione a partir de agora. Um outro tempo teremos..Muitos ajustes a se fazer. Tempos duros virão sem violência se quisermos.Novos pactos.Somos seres humanos imperfeitos, grosseiros ainda e muitoooooo Estivemos à prova. Vamos mentir? Dizer que é fake news?
    O único caminho é a paz, o amor de Deus em nós em exercício sempre.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s