Pular para o conteúdo

Iris Boff: A ira santa da Mãe Terra e seus conselhos

01/07/2020

Transcrevo este apelo dolente de uma mãe que sente as dores da Mãe Terra. Esta tudo sofre e tudo suporta. Mas chega um momento em que diz:Basta! Mas como Mãe dá conselhos e chama os filhos e filhas para que voltem ao regaço materno com o propósito de cuidar, de proteger e de venerar aquela que lhes deu a vida e novamente os quer regenerar.

********************************

                                    A ira santa da Mãe Terra e seus conselhos

Há uma Mãe bem velha e muito antiga, que está sendo usada e abusada por seus filhos e filhas e depois a deixam exaurida no abandono e esquecimento .

Agora doente e cansada de gritar por socorro e não ser ouvida, triste por ver seus filhos e filhas, se tratando mal e vivendo  como loucos, andando sem direção, perde a paciência . Com justa e santa ira, usa de sua ascendência e autoridade de Mãe . Como nunca fez antes, envia para toda a Família Humana uma advertência dura e direta; justa e necessária.:

“-CALA A BOCA, minha criança rebelde e desobediente , sem juízo e prepotente

Não quero mais ouvir tuas promessas vãs, tuas cúpulas e conferências, assinadas e nunca cumpridas. Teus projetos, sempre adiados e por muitos abortados. Sob minha inspiração, com a lucidez de alguns filhos e filhas, ficaram estabelecidos, os princípios básicos, para a cura e salvação de todos É uma preciosa carta ( CARTA DA TERRA ) endereçada a todos. Meu escolhido, o Papa Francisco, em meu nome escreveu para todos “sobre o cuidado da Casa Comum”. Mas a indiferença e o desinteresse é entre altos decibéis, um rouco balbucio.

Então, com minha santa ira faço justiça e grito alto para que todos ouçam: BASTA !…

Vá pra dentro de tua casa, tu que tens esse privilégio e FIQUE EM CASA .

Faça silencio, medite, ore, e em tua Casa Interior no Santuário do teu Coração. Examine o filho e a filha que tem sido para com tua Mãe. Reflita como trata teus irmãos nessa Grande Familia Humana tão rica, linda porque diversa.

Com meu Amor,depois de uma longa gravidez, te trouxe para essa Vida, último rebento, amado e gestado como obra prima . Eu te abrigo em minha Casa e te dou tudo que precisa de graça, do bom e do melhor para o sustento da Vida de todos.

Alguns ditos “inteligentes” inventaram, para privilégio de poucos, esse brinquedo muito útil, mas perigoso com o nome de progresso. Dele todos os dejetos e venenos letais estão me matando e me sufocando .

A maioria se comporta muito mal. Como canibais, um quer devorar o outro. Alguns impiedosos e avarentos, deixam muitos na penúria. Outros soberbos, pisam na maioria dos pequenos para subir. Nessa estúpida arrogância, se acham acima de tudo e de todos. São usurpadores da COROA que é minha soberania e ascensão sobre cada um.

Sim. Como medida extrema, rápida e eficaz, eu passo para vocês essa cobiçada “Coroa” (coronavirus) Invisível, perigosa e letal. Ela paira sobre a cabeça pensante de cada um de um. Eu bem sei quem está a meu favor ou contra mim.

Sinto muito, meus filhos e filhas queridos, como efeito dessa violência provocada pela avareza de poucos, muitos serão vitimas dessa violência e agressão que eu sinto: A falta do bem mais precioso e gratuito, sem o qual não se vive, que é o AR.

Antes que seja tarde: PARE COM TUDO.

O perigo, o inimigo, a ameaça e o risco te espreita por todos os lados,fora da porta de tua casa . Ele pode vir do mais próximo. Então, sem pânico e com juízo, fuja pra dentro de tua casa e FIQUE EM CASA com os teus mais queridos, sem ser ausente aos demais.

Nesse retiro forçado, olhem-se como nunca fizeram no rosto de cada um, embora diferentes, são todos irmãos e irmãs, filhos e filhas do mesmo sangue, gestados e paridos no meu útero, como uma bela e colorida família humana, porque diversa.

Frutos do meu AMOR, poluíram e deturparam esse vínculo precioso. As relações ficaram frias, distantes e artificiais . Como Mãe, sinto que alguns como filhos incestuosos e malfeitores, agem como assaltantes que sem piedade, roubam há muito tempo, meus segredos e tesouros

Nesse deserto de isolamento terapêutico, terás a chance de resgatar o que perdeste. Nada mais será como antes. Para sobreviveres é urgente, re-inventares as alegrias simples e cotidianas da tua existência e desfrutares do convívio intimo. Valorizar o calor do encontro humano no beijo e abraço,negados e agora suspeitos . Todo o CUIDADO é pouco de ti, do outro, como Familia Humana que somos no seio sagrado da Mãe.

Esse não é um castigo. Não é uma vingança. Não é uma doença. Não é uma maldição.

É um santo remédio , embora intragável e amargo. Há de ser a saída saudável dessa situação insana,. É a receita disciplinar para curar as feridas entre Mãe e Filhos e Filhas. Não mais como exilados, ou “filhos pródigos,” rodos possam retornar saudáveis para a Mãe, que é uma só, na única Casa Comum que temos para viver.

O sofrimento pelo qual estamos passando, nos torne dignos do respeito, da boa convivência, do perdão, da compaixão, do cuidado mútuos como condição para nossa cura comum.

Qualquer MÃE , toma para si, os filhos e filhas mais frágeis, doentes e esquecidos . São os mais queridos e amados.

Então, esses pequeninos irmãos e irmãs, que muitos ignoram, desprezam e abandonam, eu  os acolho novamente e no calor regenerativo do meu útero. Junto a mim reinicio , como fiz em outros tempos , uma nova gravidez.

Com MÃE eu também choro a morte, a perda e a falta de tantos, sinto saudades pujantes do convívio. Que o sagrado bálsamo de nossas lágrimas, redimam nossos erros e reguem a semente da nova Família Humana. Tua Mãe curada e reconciliada espera, no devido tempo, traze-los à luz.

Em fim: Tenho dito, prescrito e bendito.”

Somos todos um fio de uma teia, um tom de uma sinfonia, uma tinta de uma tela , o ritmo de uma dança , um tema de um grande poema , um verso ÚNICO desse imenso UNI-VERSO.

No Amor, na Fé ena Esperança, que juntos com nossa MÃE TERRA ,possamos ainda trabalhar e gozar , cantar e chorar, sofrer e dançar na grande CIRANDA UNIVERSAL, que gira infinitamente rumo ao ETERNO de muitos nomes.

 

Curitiba, festa de Pentecostes, do Espírito Criador e Curador de 2020

No seio da Mãe Terra, são acolhidos hoje milhares de irmãos e irmãs no solo do Brasil. Mesmo sem velório e luto eu, Mãe de todos, os acolho em meu regaço, cheio de ternura e amor.

 

Iris Boff , educadora, poeta, militante nos movimentos sociais populares, mãe de 7 filhos homens.

 

 

 

 

 

 

7 Comentários leave one →
  1. Marízia Costa Carmo Lippi permalink
    01/07/2020 22:09

    Acolho amorosamente este desabafo da Mãe Terra. Como mãe seu desabafo é em benefício dos filhos… Sou apaixonada, encantada por ela! Interpreto o Covid-19 como consequência do mau trato feito no seio dela que atingiu, desalojou os vírus, que buscaram outro habitat para continuarem a viver… Ela nos perdoa, mas as consequências temos de enfrentá-las, sofre-las, suporta-las… Alguém disse que o jornal 247 é comunista. “Política é virtude de promover o bem comum.”(São Paulo VI).O bem comum é o bem para todos, comunismo. Sinto-me comunista. Estou certa?

    Curtir

  2. Marizia Lippi permalink
    02/07/2020 10:27

    Alguém me disse que o jornalismo 247 é comunista. Papa Paulo VI disse: “A política é uma maneira nobre e exigente de servir ao próximo.” Entendo que próximo engloba todos, o bem comum. Equivale a comunismo para mim. Sendo assim eu sou comunista, neste sentido. Peço comentar. Grata, Deus lhe pague a dedicação. Cordial e Fraternalmente, Marízia Lippi.

    Curtir

  3. Isabel da Fontoura Pinho permalink
    02/07/2020 11:04

    ” No amor, na Fé e na Esperança, que juntos com nossa MÃE TERRA, possamos ainda trabalhar e gozar, cantar e chorar, sofrer e dançar na grande CIRANDA UNIVERSAL que gira infinitamente rumo ao eterno de muitos nomes”.QUE COISA LINDA, parabéns por seus belos pensamentos!
    Sim, porque a situação, na políca atual, é caótica : erra o Poder Executivo – esse nem é bom falar, o Sr Presidente da República ao receber o povo ao invés de colocar sua proposta fala do PT. Ora bolas! Que nos interessa saber o que o PT faz ou pensa!….
    Erra o Congresso ao não trabalhar- comparecem ao local de trabalho somente ns terças, quartas e quintas.E chamam isto de trabalho com suas bases. Um operário dá de sua vida para ganhar o pão de cada dia. Erra o Judiciário ao sentenciar sentenças desconectado do Fato.Um abraço, Isabel

    Curtir

  4. 03/07/2020 21:37

    Republicou isso em Paulosisinno's Blog.

    Curtir

  5. Edgar Rocha permalink
    08/07/2020 3:40

    O espírito maternal que se descortina para nós neste momento não é o mesmo ao qual nós,humanos deseducados estamos acostumados. A Terra é íntegra em diversos sentidos. Tudo que é vivo se interliga num único corpo, um único sistema sob o qual inexoravelmente temos de nos submeter, sob pena de descolarmo-nos da teia da vida e cairmos na sombra do esquecimento como uma forma de vida que não deu certo, ou que precisou evoluir para algo diferente da forma como nos reconhecemos enquanto espécie.
    A grande Mãe é mãe da vida e a ela governa como um único fenômeno, um único ente. Ou nos relacionamos com tudo e com toda forma que a nós se irmana pela mesma energia, ou seremos tratados não mais do que a um cranco, um corpo amorfo e disfuncional que precisa ser estirpado para o bem do conjunto.
    É graças à integridade da vida que cada célula do mundo vibra e grita neste momento, como uma onda dolorosa de aviso aos demais, de que o todo só poderá voltar a movimentar-se, a evoluir, depois do ataque massivo de todas as forças contra o ser disfuncional.Mas, devemos contudo, permanecer tranquilos.
    Primeiro, porque a parte jamais conseguirá exterminar o todo. Se prosseguirmos no erro, seremos justamente extintos e a Vida enquanto entidade prosseguirá. Devemos temer por nós, mais do que pela Mãe.
    Segundo, a Grande Mãe é justa e funcional. Ela não extermina o que possui um lugar a ser ocupado em sua casa. A humanidade ainda pode ser funcional. Talvez, necessitemos de algum ajuste, ainda que nossa função neste sistema nos pareça hoje questionável.
    Eu aposto no fato de que o jogo evolutivo – aquele que se baliza na lógica entre vida e morte – seja conscientemente passível de superação e substituível por algo mais que perfeito: um mundo que evolua para o fim da morte e do fluxo de energia constante regido pelo matar e morrer.
    Dentro deste corpo complexo e repleto de variáveis chamado Vida, a consciência sobre este processo é a única maneira viável de superação evolutiva em relação ao jogo de transferência de energia ao qual nós – todos os seres – estamos submetidos desde o princípio dos tempos. Entre todas as unidades de vida que compõem este corpo perfeito, sedento de eternidade e pacificação, a Humanidade é a primeira a carregar potencialmente os dotes necessários para impulsionar o conjunto em direção a tal intento. Não vejo outra razão para grande Mãe Terra ter suportado até o momento tantas agressões de um ser dotado de consciência e, por isto mesmo, capaz de promover tamanha destruição.
    Como um corpo de aprendiz que perde o viço e se descuida para preparar-se para uma nova etapa da vida, a humanidade poderia estar se preparando para um salto qualitativo capaz de definir o verdadeiro propósito de sua existência o qual a Vida lhe reservou. Deve haver uma razão para que a racidade de raciocinar e filosofar tenha surgido na Natureza como uma forma de sobrevivência. Há tantos outros caminhos capazes de nos proporcionar existência, por que haveria de surgir um ser com tamanha força? Uma força, diga-se, capaz de descolá-lo da elementar regra em que se circunscreve todas as outras relações inter-espécie no nosso Planeta: a cadeia alimentar. É certo que muitos sucumbem ao processo de aprendizado. Se fôssemos extintos, não seríamos os primeiros, humanos ou não.
    Mas, as aves já foram terríveis dinossauros. Perderam o torque de suas mandíbulas pela exatidão do manejo de seu bico. Trocaram suas grossas escamas pelo calor aconchegante e luxuoso de suas penas. Perderam em tamanho, mas ganharam em liberdade. E ainda cantam. Lindamente.
    Se me resta alguma certeza positiva em relação a nossa espécie, é a de que podemos ser melhores do que aqueles que hoje se apegam ao ódio e à destruição para sentirem-se vivos.

    Curtir

    • Edgar Rocha permalink
      08/07/2020 3:48

      Corrigindo: “Deve haver uma razão para que a CAPACIDADE de raciocinar “. Me desculpem.

      Curtir

Trackbacks

  1. Iris Boff: A ira santa da Mãe Terra e seus conselhos | Leonardo Boff | EVS NOT

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: